Como Fazer Um Artigo Completo Para Seu Blog Em 3 Passos

como fazer um artigo

Produzir conteúdo não é fácil, é cansativo, requere uma certa dose de disciplina, planejamento e etc. Mas sem dúvida, tem grande influência para o sucesso de qualquer blog.

A questão é que, tudo fica mais simples quando existe uma sequência a ser seguida para criação de novos artigos, e é justamente nesse ponto que esse post será útil para você.

Basicamente são 3 etapas para se fazer um artigo completo:

  • #1 A pesquisa da palavra-chave;
  • #2 A organização das informações;
  • #3 A otimização das informações para os mecanismos de busca.

A seguir, iremos nos aprofundar em cada passo, conhecer as ferramentas utilizadas e, com tudo isso em mãos, certamente você estará preparado para produzir super artigos.

#1 Passo – Pesquisa da palavra-chave

pesquisa palavra chave

Os artigos nunca devem ser escritos sem objetivos pré-definidos, a busca de palavras-chave para seu conteúdo é essencial para o posicionamento do post na busca orgânica.

Sendo assim, logo após determinar o assunto do seu artigo, deverá pesquisar e selecionar as palavras-chave que serão usadas no decorrer do texto.

Ok, mas como isso funciona ?

Existem várias ferramentas para pesquisar palavras-chave (a maioria é gratuita), citarei as que utilizo e recomendo.

Para nosso exemplo, utilizarei a pesquisa feita para o artigo sobre Mapas Mentais.

Keyword Planner

O Keyword Planner é uma ferramenta do Google Adwords para planejar seus anúncios nos resultados de busca do Google.

Sendo assim, esqueça as diversas funcionalidades do Google Adwords, pois neste caso, só faremos a pesquisa de palavras-chave e pronto, missão cumprida.

Após fazer o login no Google Adwords, vá em Ferramentas e selecione Planejador de palavras-chave. Então, verá a página a seguir.

como fazer um artigo google adwords

  • Selecione: Procurar novas palavras-chave usando uma frase, um website ou uma categoria; 
  • Depois na opção: Seu produto ou serviço, adicione as palavras-chave que deseja analisar. Para nossa pesquisa sobre mapas mentais, buscamos por mapa mental.
  • Então clique no botão azul Obter ideias.

como fazer um artigo palavra chave

Verá os números para o termo mapa mental. Em azul, o gráfico de Tendência do volume de pesquisa, e abaixo em Ideias de palavras-chave:

  • Termos pesquisados;
  • Média de pesquisas mensais;
  • Concorrência.

O Lance sugerido não importa, já que é apenas uma pesquisa e não uma campanha no Google Adwords.

Obviamente, o objetivo aqui é selecionar palavras-chave com a seguinte característica: Maior número de pesquisas mensais x Menor Concorrência.

como fazer um artigo termo pesquisado

Abaixo da palavra-chave pesquisada, aparecerá uma seleção dos termos relacionados. É interessante adicionar alguns deles, pois, serão complementares ao termo principal.

Veja na imagem a seguir:

termos google adwords

No canto superior direito, em Adicionar todas (306), quer dizer que existem 306 termos relacionados ao termo principal (mapa mental).

Seguindo a ideia de Maior número de pesquisas mensais x Menor Concorrência, selecionamos 3 termos complementares.

  • mapas mentais;
  • mapa mental como fazer;
  • como fazer mapas mentais.

Ok, finalizamos nosso trabalho no Keyword Planner, temos 4 termos, e iremos analisá-los na próxima ferramenta, o SEMRUSH.

Antes disso, 2 avisos:

#1- Nem sempre você terá a moleza encontrada na busca por mapa mental, ou seja, encontrar logo de cara uma média de pesquisas interessante e baixa concorrência.

A dica é: entender seu público alvo, suas dúvidas, temas que poderiam ter interesse e etc, assim, quando pesquisar por novas palavras-chave, procure responder duas perguntas:

  • Que temas procuram ?
  • Que palavras-chave usam para buscar a informação ?

Para a segunda pergunta, faça uma análise dos termos relacionados, dessa forma, descobrirá quais palavras estão usando para encontrar a informação.

#2- NUNCA use palavras-chave sobre diferentes temas para o mesmo artigo !

O objetivo é sempre otimizar seu post para um tema específico, logo, se utilizar palavras-chave sobre diferentes temas, essa otimização não será feita.

SEMRUSH

O SEMRUSH é uma super ferramenta para profissionais de Marketing Digital, nela é possível encontrar todos os gráficos, análises e informações possíveis sobre as palavras-chave.

Apesar da ferramenta ser paga, você tem direito a 5 pesquisas grátis por dia. Ou seja, sempre use esta ferramenta após ter as palavras-chave em mente, dessa forma, não irá desperdiçar suas poucas tentativas e ser obrigado a terminar a pesquisa no dia seguinte.

sem rush

Após adicionar o principal termo da sua pesquisa na barra de busca, variadas informações e gráficos sobre a palavra-chave serão encontrados, mas iremos nos atentar a duas áreas.

  • Palavras-chave de correspondência de frase;
  • Palavras-chave relacionadas.

sem rush grafico

  • Ambas colunas mostram as 5 palavras-chave com o maior número de buscas quando o termo é mapa mental, se clicar em visualizar relatório completo, terá os 10 resultados mais buscados;
  • As setas Laranjas, indicam as palavras-chave que já havíamos identificado com o Keyword Planner;
  • As setas Verdes, indicam potenciais palavras-chave que não havíamos identificado anteriormente e podemos trabalhar;

Mas olha as palavras-chave do lado direito ! freemind, mind map, mapa online e mapa conceitual como fazer. Porque não selecionou essas palavras ?

Simples, as duas primeiras são softwares de mapa mental, podemos até cita-las no artigo, mas a intenção não é escrever sobre determinado programa, e sim sobre a ferramenta em si.

As duas últimas fogem um pouco do tema principal.

Sim, seria possível citar mapa online durante o texto, mas como já temos várias palavras-chave mais bem relacionadas, isso não é necessário.

Adicione as palavras-chave a uma planilha

Pode ser o Google Planilhas ou Excel. O objetivo aqui é simples, organizar as palavras para consulta-las quando for escrever o post.

planilha excel

Dos 4 termos selecionados, o primeiro (mapa mental) será o  principal, ele deve estar contido nos principais pontos do artigo, Título, Title Tag, Headings e etc. Os outros 3 termos serão usados durante o texto.

Mas isso tudo será explicado em detalhes no #3 Passo.

A próxima etapa é…

#2 Passo – Organize as informações

organizar informação

Agora que já definimos a palavra-chave, devemos organizar as informações para desenvolver o artigo.

Pensando nisso, utilizaremos algumas ferramentas que serão de grande utilidade para escrever o post mais completo possível. Então, vamos a elas !

Evernote

evernote logo

Evernote é uma super ferramenta que basicamente te ajuda a organizar todo e qualquer tipo de informação.

Criar rascunhos, notas, listas e lembretes são só algumas das funções mais conhecidas do app. Além disso, é possível adicionar áudios, fotos e até desenhar, tudo para salvar a informação da melhor maneira possível.

A ideia aqui é anotar tudo que vier à cabeça. Tenho certeza que no dia-a-dia você tem diversas ideias sobre novos conteúdos e etc. Ter um lugar para salvar e consultar tudo isso pode ser muito proveitoso.

Google Keep

google keep logo

O Google Keep, é na verdade uma alternativa ao Evernote. A ideia é a mesma, armazenar qualquer tipo de informação.

É mais simples e consequentemente tem menos funcionalidades que o concorrente. Porém cumpre o que promete.

Pocket

pocket logo

Sabe quando você está no Twitter e abre vários links de artigos, vídeos e imagens, mas não tem tempo de ver tudo aquilo na hora ?

Pois então, esta ferramenta permite basicamente que você salve tudo para ler depois. A leitura é super agradável, sem propagandas e você tem a possibilidade de leitura offline.

Portanto, quando encontrar artigos que irão servir de apoio para criar seu próprio conteúdo, não pense duas vezes, salve tudo no Pocket.

Mapa Mental

 

mapa mental como fazer

Agora que já salvou toda informação necessária, que tal criar um mapa mental para visualizar tudo isso e facilitar o processo de construção do post ?

Pode acreditar, após começar a usar esses mapas para criar seus artigos, não vai se imaginar organizando conteúdo sem os mesmos !

Veja o mapa mental deste artigo.

organizar artigo mapa mental

A ideia é tão simples que podemos dividi-la em duas etapas:

  1. Adicione o tema do artigo no centro da página;
  2. Crie os tópicos do artigo em torno do tema central, e se necessário, adicione sub-tópicos.

Obviamente, pode-se aprender muito mais sobre as funcionalidades desses mapas.

Portanto, se quiser saber mais sobre essa ferramenta, recomendo que leia esse super artigo sobre mapas mentais.

O fato é: Você não deve achar que seu post está completo sem antes colocá-lo num mapa mental 🙂

#3 Passo – SEO

otimização artigo seo

Escolhemos as palavras-chave, organizamos as informações, ideias e estruturamos o artigo, mas somente agora colocaremos isso tudo em prática.

O objetivo de todo trabalho de SEO é simples, tentar posicionar as páginas do site nas primeiras posições orgânicas da busca e consequentemente aumentar o número de visitas sem pagar nada por isso.

Agora, falando sobre as primeiras posições orgânicas da busca, um estudo feito pela SerpIQ, tentou mostrar a relação entre tamanho do conteúdo x rankeamento na busca, veja o gráfico:

estudo tamanho artigo

Bem, o estudo mostra que basicamente os artigos mais bem posicionados na busca, são em geral os que tem mais conteúdo.

Obviamente, não é só escrever muito e pronto. Mas, entre dois artigos bem feitos, um de 500 palavras e outro de 1000, não será surpresa se o de 1000 palavras estiver melhor rankeado.

Então fica a dica: Tamanho ajuda sim, mas sem qualidade não mudará muita coisa.

Plugin Yoast SEO

plugin seo

Este plugin é provavelmente o mais completo e conhecido quando trata-se de SEO, o download é mais que recomendado.

Todos os pontos que deve atentar-se serão otimizados aqui, então… vamos começar !

  • #URL
  • #Título do post e Title Tag
  • #Meta Descrição
  • #Headings ou Cabeçalhos
  • #Links internos
  • #Imagens

analise seo yoast

Após instalar o plugin, adicionar a palavra-chave em foco e começar a escrever, você terá a visão do painel acima.

Cada vez que salvar o rascunho do seu artigo, o plugin atualiza o que está faltando ou não.

#URL

A URL deve ser amigável, ou seja, sem códigos.

  • caminhonline.com/php?123post+edit46 ← Nunca deixe sua URL assim

Os buscadores identificam palavras-chave também na URL. Portanto, faça uma pequena descrição na mesma e coloque sua palavra-chave principal.

  • caminhonline.com/mapa-mental ← URL amigável, faça isso sempre

Dicas para criar URLs super amigáveis:

  • Quanto mais curta melhor! Não adianta deixar sem códigos e fazer uma descrição grande.

Exemplo: caminhonline.com/eu-quero-criar-um-mapa-mental-de-forma-simples-facil-e-rapida

  • Alguns utilizam underline (_) e o mais (+) para separar as palavras na URL, mas o mais comum é a utilização do Hífen (-).
  • Nada impede que se use letras maiúsculas na URL, mas preferencialmente utilize somente letras minúsculas, pois facilita a leitura.

#Título do Post e Title Tag

Pode acreditar, dos pontos que descreveremos aqui, esses dois são os mais importantes.

Lembre-se que o primeiro contato do leitor será com seu título, e muitas vezes isso pode decidir o sucesso do post. Portanto, sempre pense muito bem nos seus títulos, isso fará muita diferença.

Muitos confundem título do post e title tag, a diferença é simples.

O título do post é aquele que aparece na página do seu blog, já a title tag ou título da página, é o que aparece nos resultados de busca.

A distinção é feita porque numa página de busca existe mais concorrência pelos cliques do que na página do seu blog, concorda ? Logo, é muito relevante que você faça uma title tag bem persuasiva.

No plugin Yoast SEO, você pode definir a title tag. O título do post é definido no próprio WordPress quando for escrever um artigo.

titulos artigo

Boas práticas para seus títulos:

  • Quanto menor for o título, melhor;
  • Lembre-se do limite de 63 caracteres na title tag;
  • Sempre coloque as palavras-chave no título;
  • Quanto mais à esquerda estiver a palavra-chave, melhor, pois isso dará mais relevância a mesma;
  • Nunca crie um título falando do conteúdoe entregue conteúdo y;

Use fórmulas vencedoras: 

  • Perguntas/Respostas Abertas

O que você pode ganhar com automação de marketing ?

Quando você deve ou não automatizar posts em mídias sociais.

  • Tema + Isca

Inbound Marketing: Como Aplica-lo ao Meu Negócio ?

E-mail Marketing: A melhor Forma de Nutrir seus Leads

  • Listas e Números

5 Dicas para Gerar Mais Tráfego

Os 7 Erros Mais Comuns em Redes Sociais

  • Provocador ou Controverso

Trabalhar pela Internet: A Facilidade Que Você Procura e Pode Não Encontrar

3 Formas de Capturar Leads Que Você Não Está Aproveitando

  • Desperta Curiosidade

O Que (você/sua empresa…) Precisa Saber Sobre (tal pessoa/tal coisa…)

Aprenda a (fazer/criar…) Como (tal pessoa…)

Como (fulano…) Fez Com Que (tal coisa…) Gerasse Mais Tráfego

Esses são apenas alguns modelos, de qualquer maneira espero que sejam úteis.

#Meta Descrição

A meta descrição é basicamente aquele pequeno texto localizado logo abaixo do link na busca.

meta descrição

Apesar de não ter influência no rankeamento da página, quando feita seguindo as boas práticas, a mesma influencia positivamente na taxa de cliques.

O objetivo é fazer uma descrição convincente sobre o que o usuário encontrará no artigo.

Dicas para fazer uma boa meta descrição:

  • O texto deve ter no máximo 160 caracteres;
  • Deve chamar a atenção do usuário, ser persuasiva;
  • Adicione palavras-chave;
  • Use gatilhos mentais, exemplo: Clique Aqui!, Compre já!, Baixa de Graça! …

#Headings ou Cabeçalhos

cabeçalho artigo

Eles determinam a prioridade do título e dos subtítulos da página.

O título do post é o H1 e tem prioridade maior, o subtítulo H2 tem prioridade um pouco menor, o H3 ainda menor e assim vai até o H6.

Além disso, os subtítulos determinam a quebra de conteúdo, o que é muito importante para a escaneabilidade do post.

Na imagem abaixo, terá uma visão desses cabeçalhos ao longo do artigo.

artigo modelo cabeçalho

A imagem mostra este exato artigo, e apenas para entender melhor a ordem:

  • No #2Passo e #3Passo, utilizei novamente o cabeçalho 2;
  • Nos sub-títulos dos cabeçalhos 2, utilizei os cabeçalhos 3.

Dicas e boas práticas: ⇐ Cabeçalho 3 🙂

  • Use somente um H1 por artigo, a maior prioridade sempre será o título;
  • Após o H1, pode-se utilizar múltiplos H2, H3… Ou somente o H2 para todos os subtítulos, isso mostrará que todos tem a mesma prioridade;
  • Além do H1, utilize sempre que possível as palavras-chave no H2. Isso ajuda no rankeamento.

#Links Internos

São simplesmente os links do site que apontam para posts ou páginas dentro do próprio site.

As vantagens de uma boa linkagem interna são diversas, mas é bom ter em mente que a eficiência cresce à medida que a quantidade de conteúdo aumenta, ou seja, é necessário ter bastante conteúdo para poder linkar posts similares ou complementares com qualidade.

Vantagens da linkagem interna:

  • Otimização do conteúdo: quando o conteúdo é relacionado, você distribui melhor a audiência do site para diversos posts e páginas, isso melhora a força do seu domínio e consequentemente ajuda seu site nos rankings de busca.
  • Bounce Rate (taxa de rejeição): quanto mais tempo um usuário passa no seu site, menor é a taxa de rejeição. Com links bem distribuídos, não tenha dúvida de que a taxa de rejeição será cada vez menor. Isso influenciará positivamente nos rankings da busca orgânica.

Como criar links internos para meus posts?

São duas maneiras, por meio de plugins e manualmente. Faça ambas!

Related Posts by Zemanta

posts relacionados

Cria links de posts relacionados no fim dos artigos.

Existem vários plugins que fazem esse trabalho, recomendamos esse porque é simples e mais leve do que a maioria.

Artigos Populares

link interno

Outra forma de linkagem interna é por meio da caixa de artigos populares na sidebar do seu site.

No próprio WordPress existe um widget chamado – artigos recentes. Nele você tem exatamente a função de adicionar os links dos artigos.

Linkagem Manual

linkagem manual exemplo

Como pode ver, insiro um link na frase esse super artigo quando falo sobre mapas mentais. Essa frase passa a ser meu texto âncora, ou seja, o texto clicável que dá acesso a outra página.

Mas cuidado ! Existem algumas formas de se criar um texto âncora, confira as principais e quais são mais recomendadas:

Imagine que a linkagem será feita para o seguinte endereço: http://www.seusite.com.br/texto-ancora

  • Marca como âncora: “seusite” ← Faça Sempre;
  • URL como âncora: “http://www.seusite.com.br/texto-ancora” ← Faça com Regularidade;
  • Frase parcial como âncora: “Como fazer um texto âncora” ← Faça com Prudência;
  • Call to Action como âncora: “Clique Aqui”, “Nesse Site”… ← Faça Pouco;
  • Frase exata como âncora: “texto âncora” ← Não Faça ou Faça Muito Pouco.

Bem, espero que esses exemplos possam ajudá-lo(a) a criar as melhores âncoras possíveis.

#Imagens

imagens mosaico

Além de serem super recomendadas para qualquer post, as imagens tem importância garantida em SEO.

Lembre-se, o Google não consegue enxergar imagens por si só.

Dessa forma, assim como na URL, deve ser feita uma pequena descrição do assunto para que o Google compreenda do que se trata.

Fatores de uma imagem para atentar-se: 

  • Nome do Arquivo

Não salve imagens com nomes genéricos ou números, algo do tipo “1234.jpg” ou “imagem1.jpg”

O nome do arquivo sempre deve descrever a imagem.

nome arquivo tigre branco

  • Texto Alternativo

Nos casos em que a imagem não é exibida, o Google entende do que se trata pelo texto alternativo. Por isso, sempre use o mesmo.

Dica: Recomenda-se a utilização de no máximo 5 palavras para o texto alternativo das imagens.

texto alternativo exemplo

  • Formato e Resolução

Tente sempre utilizar os formatos de imagem mais conhecidos, como: JPG, JPEG e PNG.

Quanto a resolução das imagens, é bom lembrar que o tempo de carregamento da página é um fator levado em consideração para o rankeamento nas buscas, além de ser muito levado em consideração pelos próprios usuários.

Então, uma das alternativas é compactar as imagens. Existem vários plugins para isso, aqui vai um que utilizamos:

WP Smush

resolução imagem

Não tem segredo, no momento em que adicionar a imagem no WordPress, o plugin fará a otimização. Vale a pena!

  • Cuidado com direitos autorais

Direitos autorais existem para imagens, assim como para textos, filmes, músicas e etc. Não faça como muitos que publicam qualquer imagem sem ter conhecimento sobre a licença de uso.

O lado bom é que existem vários bancos de imagens disponíveis, alguns pagos e outros gratuitos. Citaremos somente alguns:

Shutterstock

banco imagem pago

  • Um dos maiores bancos de imagens do mundo com mais de 60 milhões de arquivos divididos entre fotos, imagens vetoriais, vídeos, ícones e músicas.
  • Pago.

Jeshoots

banco imagem jeshoots

  • Muitas fotos de graça, mas também é possível assinar um plano para obter fotos premium.

Kaboompics

banco imagem kaboompics

  • Mais de 1000 fotos de alta resolução, todas de graça.

Pexels

banco imagem pexels

  • Mais de 3000 fotos de alta qualidade, todas grátis.

Pixabay

banco imagem pixabay

  • Mais de 510.000 fotos, vetores e vídeos, todos gratuitos e livres de direitos autorais.

#Como Fazer Um Artigo – 3 Dicas Bônus

como fazer um artigo dicas

Agora que seu artigo já está com todas palavras-chave inclusas, imagens, títulos, URLs e tudo o mais otimizado. Temos 3 dicas bônus para você que chegou até aqui.

#1 Dica: Conteúdo Escaneável

Escaneabilidade, é aquela primeira olhada que o usuário dá no seu texto. Portanto, um conteúdo escaneável é simplesmente o texto amigável, fácil de ler e de se entender.

Mas como posso deixar meu conteúdo escaneável ?

Existem algumas boas práticas para isso, seguindo esses pontos, não tenha dúvida de que seu conteúdo ficará mais fácil de ser lido.

  1. Seja objetivo e direto nas suas explicações, muito texto corrido cansa, por isso, utilize no máximo 5 linhas por parágrafo;
  2. Utilize imagens, além de esclarecedoras, ajudam na quebra de texto;
  3. Utilize negrito ou itálico (nesse caso foi Negrito) para dar ênfase a algumas palavras do texto, mas não abuse;
  4. Faça listas para destacar dicas e pontos importantes do conteúdo. (Como essa aqui!).

Veja esse exemplo retirado de uma parte deste mesmo artigo:

escaneabilidade artigo

#2 Dica: Sitemap XML

É um mapa do site que tem como objetivo indicar suas páginas ao Google. Esse mapa contém uma lista de URLs ou somente uma URL.

Mas minhas páginas não seriam indexadas automaticamente ?

Sim, mas a grande vantagem é que isso será feito de forma bem mais rápida, e você só tem a ganhar com isso. A razão é simples:

Antes de indexar qualquer URL, o Google faz um rastreamento por meio dos links da web. Logo, se não existe muita linkagem para seu site, o tempo para que o Google encontre e indexe sua página será maior.

Portanto, se o site ou blog for novo, é ainda mais recomendado que se faça isso.

Você pode encontrar o Sitemap XML do seu site no próprio plugin Yoast SEO, é bem simples:

sitemap xml

yoast sitemap

Então você encontrará 3 links do sitemap:

  1. Post;
  2. Página;
  3. Categoria.

Para indexá-los, vá para o Google Webmaster Tools. Se já tiver uma conta no Google, o login será ainda mais rápido.

  • Após ter feito o login, clique em Rastreamento e Sitemaps na barra lateral esquerda.

sitemap xml google

  • Então, no canto superior direito da sua tela aparecerá o botão vermelho para adicionar o sitemap;
  • Clique e insira o final da URL assim como especificado na imagem abaixo;
  • Faça isso com todas URLs que encontrar no Yoast SEO.

enviar sitemap

Isso é tudo ! Após esse simples passo-a-passo sua página será indexada e estará pronta para aparecer nos resultados de busca.

#3 Passo: Monitorar Palavras-Chave

Após ter publicado o post, é importante fazer o acompanhamento das palavras-chave. Afinal de contas, é nessa hora que comprovará seus resultados.

Existe uma ferramenta gratuita para isso, é super simples e vale a pena fazer o download.

Free Monitor for Google

palavra chave software

O layout é bem simples, não tem segredo.

  • Adicione sua URL no botão verde;
  • No ícone ao lado, adicione as keywords/palavras-chave;
  • No quadro branco ficarão suas palavras-chave;
  • Do lado direito, os 10 primeiros resultados do Google para cada palavra-chave especificada;

PS.: Se quiser que mais de 10 resultados apareçam para a palavra-chave selecionada, clique no menu Options→Preferences→Search e escolha a quantidade de resultados que desejar.

Dessa forma, pode acompanhar o desempenho e rankeamento de cada artigo para comprovar e otimizar seus resultados.

Como Fazer um Artigo – Conclusão

como fazer um artigo

Ufa ! Se chegou até aqui, não tenho dúvida de que tornará realidade seu desejo de fazer artigos super completos.

Já sabe que seguindo o passo-a-passo desse artigo não tem erro, certo ?

Vale a pena relembrar as principais etapas sobre como fazer um artigo completo. Segue o resumo abaixo:

  1. Faça a busca, defina as palavras-chave e salve numa planilha;
  2. Use os softwares para anotar, organizar e salvar as informações;
  3. Escreva o artigo e siga as regras de SEO para otimizá-lo;
  4. Confira a escaneabilidade do artigo;
  5. Envie um Sitemap;
  6. Monitore as palavras-chave.

Agradeço a todos que chegaram até aqui e espero que a informação passada tenha sido útil de alguma maneira 🙂

Antes que me esqueça… Não deixe de compartilhar sua opinião nos comentários e se inscrever em nossa lista de e-mails para receber novos artigos.

Insira o seu endereço de email para receber gratuitamente as atualizações do blog!>